Newsletter da SPH    Julho 2021
 
Sociedade Portuguesa de Hipertensão
 
Editorial do Presidente
 
A pandemia, ainda outra vez….

Estamos numa estranha época em que toda a humanidade passou a ter – pelo menos em teoria – um inimigo comum: a pandemia por coronavírus. Trata-se de um incessante movimento de medidas e contramedidas, até agora incapazes de serenar o mundo…. De entre as últimas estão as medidas de isolamento – tão custosas para a economia – e as vacinas. No que diz respeito às vacinas, adivinhamos todos, muito há ainda por dizer. Sucedem-se os estudos sobre a eficácia e resistência às variantes. Estranhamente, estas vacinas foram desenvolvidas em tempo recorde…

E a pandemia, aí está, nesta quarta vaga, interferindo nas nossas vidas, sobrecarregando os serviços de saúde, do qual fazemos todos parte de uma forma, ou de outra. Esta intranquilidade socioeconómica parece ter consequências na doença hipertensiva. Curiosamente, implicou consequências negativas no que diz respeito à hipertensão, desde logo o atraso na assistência não-covid. Contudo, destes tempos, acredito profundamente, ficarão ensinamentos para o futuro. Assim, se a pandemia pela diminuição da atividade física, pelo maior consumo de tabaco, pela ansiedade/depressão e a pior qualidade de sono podem agravar o controlo da hipertensão, outros fatores podem influenciar positivamente a hipertensão: mais tempo para dormir, menor poluição ambiental e sonora, estes últimos considerados de importância crescente na doença cardiovascular. Acredita-se – talvez erradamente – também que o teletrabalho terá alivado o stress laboral. Este outro fator, a ansiedade no local de trabalho, tem sido consistentemente, associado a agravamento da doença.
Por tudo isto, a revisão efetuada por Kreutz, et al (vide figura), o atual Presidente da Sociedade Europeia de Hipertensão, recentemente publicado no Journal of Hypertension (2021, 39:1077-1089), merece destaque e é, especialmente entre nós, tão atual.
Se esta pandemia nos irá deixar algum legado, para além do sofrimento que já causou, é a noção clara, de que como sociedade teremos que mudar. Ora, uma vez que a hipertensão arterial é quase o padrão para as doenças civilizacionais, talvez a humanidade precise de mudar no seu âmago, na sua forma de estar…. Se assim for esta perturbação sem igual terá servido um propósito maior,
útil noutras pandemias, como a hipertensão arterial, aquela a que com paixão nos dedicamos.

Luís Bronze, Presidente da SPH
 
Editorial do Editor-Chefe

O ano já vai a meio e a pandemia continua a ocupar as nossas palavras, o nosso dia-a-dia, a invadir tudo o que fazemos de uma forma inexplicável. Tentamos ainda assim manter o ritmo, e esta newsletter não pode ser excepção. Alteramos um pouco o layout e a fonte de criação para tentar chegar melhor a todos (quem não conseguiu receber as anteriores, esperamos desta vez ter solucionados alguns dos problemas técnicos com esta alteração).
Continuamos a pretender um espaço de partilha, de divulgação mais dinâmica, mais próxima, mais abrangente. Convidamos inclusivamente os sócios que queiram fazer parte, a enviar textos, artigos, novidades relevantes que possam interessar aos colegas desta sociedade, que desejamos ser cada vez mais presente, mais actual.
Nas próximas linhas há um pouco de tudo isto para explorar.
Boas leituras!
Notícias
A SPH mais próxima da Comunidade
 
 
Hipertensão explicada a turmas do 2º ano do Colégio Campo de Flores e participação no concurso da WHL sobre estilos de vida saudáveis e HTA (Vitória Cunha, Sec Geral da SPH)
 
Notícia no Link do Facebook do Colégio
 
O webinar “Highlights Congresso da ESH/ISH 2021”, que conta com a organização da Servier, vai decorrer já no próximo dia 8 de julho, a partir das 21h00. O objetivo do evento virtual é abordar as principais problemáticas discutidas nos congressos da Sociedade Europeia de Hipertensão (ESH) e da Sociedade Internacional de Hipertensão (ISH) sobre o tratamento dos doentes hipertensos.
 
Saiba como aceder
 
 
 
 
Link
 
 
Link
 
Resposta ao Caso Clínico de Maio
 
Resposta 2)

A ginecomastia é um efeito muito comum da espironolactona descrito em mais de 10% dos casos. A nifedipina e a amiodarona também se podem associar a ginecomastia, tal como outros anti hipertensores como o captopril, enalapril, clonidina e doxazosina, mas em muito menor percentagem. De salientar que a eplerenona é um antagonista dos receptores dos mineralocorticoides como a espironolactona. Contudo, raramente se associa a ginecomastia(<1%).
 
(podem ser enviados comentários para o nosso email geral@sphta.org.pt))
 
Caso Clínico de Julho
 

A Mariana é uma mulher de 40 anos, com excesso de peso, sem outros fatores de risco cardiovascular conhecidos. Apresentou na última consulta de planeamento perfil tensional normal alto que foi confirmado por AMPA. Pratica exercício de resistência com Personal trainer. Recorreu à consulta muito preocupada por lhe terem dito que deveria praticar apenas exercício aeróbio dado que o exercício de resistência aumenta a pressão arterial. Qual a opção correta:
 
1) Mudar o plano da doente para um exercício predominantemente aeróbio.
2) Não há evidência sobre prescrição de exercício em indivíduos hipertensos.
3) Tanto o exercício aeróbio como o treino de resistência são estratégias terapêuticas na abordagem e prevenção da HTA.
4) É esperado um aumento de cerca 5 mmHg associado a esta prática de exercício.
 
(resposta e comentários na próxima newsletter - podem ser enviados comentários para o nosso email geral@sphta.org.pt)
 
Já aconteceu
 
 
Semana da HTA 2021
 
A semana de HTA de 2021 decorreu mais uma vez com grande sucesso. Salienta-se: Mais de 150.000 visualizações de vídeo; mais de 380.000 pessoas alcançadas; cerca de 25.000 likes e comentários nas publicações; mais 2.711 seguidores da página de Facebook, que já tem mais de 16.500 seguidores. Estes números confirmam que as pessoas estão interessadas nestas temáticas e que a voz da Sociedade Portuguesa de Hipertensão chegou realmente mais longe. Programa: https://www.sphta.org.pt/files/semana_hta_2021_programa.pdf.
 
Link
 
 
 
O Curso do NISPH foi mais um sucesso que orgulha a SPH: mais de 670 participantes inscritos por módulo; mais de 4500 interacções; mais de 8500 pessoas alcançadas; mais de 4600 visualizações on demand.
 
 
 
No contexto do mês de Maio da HTA, a Liga Mundial de HTA concretizou mais uma vez o "WHL Children's Art Contest". Foram submetidos perto de 200 trabalhos com um contributo enorme de Portugal, com artistas entre os 3 e os 18 anos de idade. A WHL salientou o facto de ter sido avaliada arte variada e impressionante e no site podem ser vistos todos os desenhos dos pequenos contribuintes para mais um pouco de educação em saúde. A SPH contribuiu para a divulgação com muito orgulho, patrocinando cientificamente e encorajando as crianças e famílias a aprender sobre conhecimento, prevenção e controlo da HTA. 
 
Clique para apreciar os desenhos do concurso
 
Ciclo de Webinares Patient Care 2021
 
Descubra mais sobre este ciclo
 
Vai acontecer/ Agenda
 
 
O serviço de Medicina Interna do Hospital da Luz Lisboa organiza o 27º CNMi da SPMi, de 2 a 5 de Outubro em formato hibrido (online + Vilamoura)
 
Link para info do congresso
 
Reunião dinâmica, à semelhança das anteriores, com discussão das temáticas mais marcantes no ano de 2021 nas áreas abordadas pelo nosso núcleo: HTA, DM, FA, Dislipidémia, TEV, Cardiopatia Isquémica, AVC, Insuficiência Cardíaca
 
Info sobre HotTopics2021
 
 
 
O curso e-learning “Acompanhamento Farmacoterapêutico do Doente com Insuficiência Cardíaca”, constituído por 5 módulos e creditado pela Ordem dos Farmacêuticos em 3,78 CDP, é a melhor opção para todos os profissionais de saúde que pretendem alargar o seu conhecimento na área.
 
Mais informações sobre o curso
 
Expectations of the 2021 Program: COH and KCVD Awards Program; Keynote Lecture; Clinical science and primary care sessions; Symposia on hot topics; Basic and translational science weighted toward presentations derived from submitted abstracts
 
Mais informações
 
Artigos relevantes
 
© 2021 Sociedade Portuguesa de Hipertensão
 
 
Está a receber a Newsletter por ser sócio da SPH e ter aceite o convite para a mesma.
Caso pretenda deixar de a receber, envie email para geral@sphta.org.pt.
Caso pretenda consultar os números anteriores: https://www.sphta.org.pt/pt/base3/52.
 
 
Facebook
Instagram
Youtube
 
Se você desejar cancelar nossa newsletter, clique aqui